Desaceleração das matrículas no ensino superior do Brasil

Os governistas têm repetido muito um certo índice ultimamente, eles festejam a criação de 17 universidades federais durante a atual gestão, contra zero na passada. Esse número deve ser o dado mais repetido por aí a respeito do ensino superior brasileiro nos últimos anos, porém é um péssimo indicador da realidade. O que tem havido ultimamente é uma desaceleração no número de alunos matriculados.

Este assunto foi abordado ano passado na Revista Ensino Superior, nos artigos Fôlego reduzido e Retrato do ensino superior. Há um gráfico no primeiro artigo que mostra bem a desaceleração. O gráfico abaixo mostra dados similares, que tirei do site do instituto de estatísticas da Unesco.

A curva azul é o número de alunos matriculados em proporção à população “matriculável”, de idade e formação que atendem aos requisitos, e seus valores correspondem ao eixo direito. As barras vermelhas são o crescimento anual, ou a inclinação da curva entre os pontos, e seus valores são dados pelo eixo esquerdo. Os dados de 2006 não estão disponíveis na fonte consultada.

Os dois artigos ligados acima analisam a questão, falam sobre a demanda não atendida que existia, e os índices de evasão, e indico aos leitores que os leiam. Eu só queria comentar a respeito da insistência em falar sobre o número de universidades federais criadas.

Este valor não se refere a algo material. O que é uma universidade? Um nome, um reitor, uma estrutura organizacional… É mais importante olha primeiro para dados como número de estudantes, professores, titulação de professores, etc. Até o número de campi das tais universidades federais é mais relevante.

O governo tomou sim atitudes interessantes com relação à graduação, como o Prouni e o Reuni. Mas para avaliarmos isto temos que olhar para gráficos como este que eu desenhei, e não para o número de novas universidades federais.

EDIT 3/2011: Preparei um gráfico mais recentemente com outro dado relacionado, número de _formados_ em cada ano, contendo o valor para 2009. A inflexão nas curvas são ainda mais acentuadas.

Anúncios

Uma resposta to “Desaceleração das matrículas no ensino superior do Brasil”

  1. Fração da população Brasielira no ensino superior « Condições suficientes e necessárias Says:

    […] Condições suficientes e necessárias Como a ciência afeta nossas vidas, e vice-versa « Desaceleração das matrículas no ensino superior do Brasil […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: